Desolation Jones, de Warren Ellis

Quando o assunto é escrever quadrinhos, Warren Ellis sofre de dupla personalidade. A primeira é altamente competente que eleva a narrativa a novos patamares, expandindo e, em alguns casos, reinventando o que significa ser um herói. A segunda é uma fábrica de quadrinhos, capaz de vomitar histórias que fazem o seu trabalho mas não se distinguem da revista mediana que povoa as prateleiras das lojas especializadas. Em Desolation Jones, sua nova série regular para a Wildstorm, o primeiro Ellis se faz presente, criando o que é certamente a mais bizarra e madura publicação da linha da editora. Continuar lendo Desolation Jones, de Warren Ellis