Assassinos Sombrios para sua Campanha

Não é só a Wizards of the Coast que lançou seus livros de classe (o primeiro, Punhos e Espadas já foi lançado em português), inúmeras editoras lançaram suas próprias versões para os tradicionais “livros vermelhos”. A editora Green Ronin, responsável pelo premiado Freeport experimentou uma abordagem nova, criando a série Master Class, que apresenta uma classe básica nova e todas as informações necessárias para introduzir ela no seu mundo de campanha.

O livro Assassin’s Handbook é o segundo livro da série (o primeiro é um guia para Xamãs e em breve será lançado um sobre Bruxas), sendo escrito pelo veterano David “Zeb” Cook (que tem no currí­culo, nada menos que a segunda edição do AD&D) e Wolfgang Baur, com destaque para o brasileiro Márcio Fiorito entre os ilustradores.

O livro começa com a classe básica nova, o assassino, que substitui a classe de prestí­gio do livro do mestre. O novo assassino não tem tantas perí­cias quanto o tradicional ladino, mas possui um golpe mortal (killing blow) e ganha magias para ajudar nas suas missões. Além disso, conhecemos três novas classes de prestí­gio: Fida’i (assassinos fanáticos religiosos), Houri (sedutoras mortais) e Magos das Sombras (magos especializados em feitiços sombrios e de energia negativa).

Em seguida, o guia apresenta 16 novas magias, como Repartir Multidão (part crowd) que facilita a fuga no meio de uma multidão ao mesmo tempo que atrapalha seus perseguidores, Lâmina Fantasma (ghost blade), sua arma ignora a armadura do inimigo e Morte do Mártir (martyr’s death), você sacrifica sua vida, mas leva junto seus inimigos.

Entre as regras novas, temos os já tradicionais talentos novos e itens adicionais, e uma regra opcional para a criação de venenos. Nada indispensável mas apresenta algumas idéias interessantes. Um dos pontos altos do livro é uma versão nova dos venenos do mundo real. A edição nova do D&D simplificou bastante a regra de envenenamento, com cada substância fazendo um dano imediato e um dano secundário um minuto depois, o Assassin’s Handbook apresenta uma descrição dos efeitos mais próximos da realidade (que infelizmente não está bem refletido nas regras, já que, mesmo falhando no teste de resistência, um personagem tem grandes chances de sobreviver í  boa parte dos venenos). Os 13 venenos de fantasia novos são bem interessantes e facilmente adaptáveis para qualquer cenário.

O restante do livro, mais de 30 páginas, descreve uma ambientação completa com novas organizações, personagens e idéias de aventura. Essa justamente é a principal diferença entre os livros da Green Ronin e da Wizards of the Coast. Enquanto os livros oficiais enfatizam mais as regras novas e classes de prestí­gio, a série Master Class está mais preocupada em descrever um cenário interessante e jogável. Uma boa pedida para que fala inglês, já que não existe nenhuma previsão para o lançamento do livro em português.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *